O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que o presidente Michel Temer deve vetar o projeto aprovado no Congresso Nacional que estabelece anistia as multas aplicadas a caminhoneiros durante a greve.

 

Em café da manhã com jornalistas, Marun disse que é preciso considerar, no possível veto, a diferença entre as multas de trânsito e as que resultam de ações na Justiça.

 

O ministro ainda destacou que o próximo semestre terá uma redução no ritmo de votações no Congresso, já que será um semestre eleitoral. Mas enumerou as prioridades do governo para o período.

 

O ministro responsável pela articulação política vai se concentrar em negociações para aprovar a privatização das distribuidoras da Eletrobras e a cessão onerosa, que permite à Petrobras vender até 70% dos campos do pré-sal concedidos à empresa.

 

Marun concluiu dizendo que, pelo governo, o leilão das seis distribuidoras da Eletrobrás está mantido para o dia 26 de julho, mesmo após a Justiça suspender a realização da disputa.

 

A Justiça decidiu suspender o leilão em resposta à Associação dos Empregados da Eletrobrás. A organização defendia a anulação do edital porque ainda não ocorreu deliberação final do Poder Legislativo de autorização para venda das distribuidoras.

Source: Internacional