Promotoria dos EUA acusa agentes russos de rackear campanha de Hillary

A promotoria federal dos Estados Unidos acusou nessa sexta-feira (13), 12 agentes dos serviços de inteligência da Rússia de hackear computadores da campanha presidencial de Hillary Clinton, nas eleições de 2016.

O procurador-geral adjunto, Rod Rosenstein, informou que o promotor especial que investiga o chamado “caso Rússia”, Robert Mueller, acusou formalmente os agentes do Kremlin por interferir nas eleições contra Hillary, por meio das informações hackeadas.

Os nomes dos acusados foram divulgados pelo procurador Rosenstein. Eles são agentes do serviço de inteligência militar criada pelo governo da Rússia em 2016, conhecido como GRU.

Source: Internacional

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial