Missão fará escavações e coleta de depoimentos na região do Araguaia

16 de julho de 2018 Off Por edumeireles

A região do Araguaia recebe, a partir de desta segunda-feira, uma missão da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos. Até o dia 20 de julho serão feitas escavações, reconhecimento de novos pontos e visitas a locais de memória, tudo relacionado à guerrilha do Araguaia.

 

A equipe é composta por um médico-perito; uma arqueóloga forense, uma bioantropóloga, três geofísicos e cerca de oito familiares de desaparecidos políticos.

 

A missão está dividia em dois grupos. Um participa de escavações e coleta de depoimentos em Marabá e São Geraldo do Araguaia, no Pará. Outro fará reconhecimento e georreferenciamento de pontos localizados em cidades mais distantes, podendo chegar a municípios do estado do Tocantins.

 

A Comissão Especial tem como finalidade fazer o reconhecimento de pessoas mortas ou desaparecidas em razão de violações aos direitos humanos ocorridas após o regime civil-militar de 1964. Também promove esforços para localização dos corpos e adotar medidas para o cumprimento das recomendações da Comissão Nacional da Verdade.

Source: Internacional