Justiça dá prazo para chefe de Polícia Civil do Rio se manifestar sobre irregularidades em contratos

O chefe de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Rivaldo Barbosa, terá quinze dias para se manifestar por escrito sobre denúncia feita pelo Ministério Público estadual.

 

Barbosa e mais sete pessoas foram denunciadas por crimes contra a Lei de Licitações.

 

O Tribunal de Justiça do Rio considerou que, como os citados não foram ouvidos na fase pré-processual, deveriam ter a oportunidade de se manifestar.

 

Somente depois das respostas, o Juízo vai decidir sobre o recebimento ou não da denúncia. Em entrevista coletiva  Rivaldo criticou o MP por pedir seu afastamento sem sequer ter sido ouvido.

 

Ele afirmou que respeita o Ministério Público e pediu também respeito aos membros da Polícia Civil, afirmando que a forma com que foram tratados não se compara ao tratamento que é dado a bandidos.

 

A denúncia do Ministério Público fluminense aponta irregularidades em três contratos emergenciais realizados sem licitação, no valor demais de R$ 19 milhões.

Source: Internacional

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial