Uma explosão ocorreu do lado de fora de uma igreja católica na cidade de Makassar, na Indonésia, na manhã deste domingo (28), horário local.

O padre Wilhemus Tulak, que é da igreja que fica onde aconteceu a explosão, disse que o suposto homem-bomba tentou entrar na propriedade da igreja em uma motocicleta, mas foi parado por um guarda de segurança. Dez pessoas ficaram feridas no total, algumas delas gravemente, disse à Reuters o padre.

A polícia isolou a área ao redor da igreja. Carros estacionados nas proximidades foram danificados. Além de Tulak, outros integrantes da congregação estavam dentro da igreja no momento da explosão.

"Vemos que existem vítimas e partes de corpos humanos foram dilacerados. Não sabemos ainda se são do agressor ou das pessoas que estavam por perto", disse à Reuters o porta-voz da polícia local, E. Zulpan.

Segundo a mídia local, a explosão aconteceu às 10:28 da manhã. Não houve reivindicação de autoria do ataque até o momento.

Um vídeo de uma câmera de segurança que captou a explosão circula nas redes sociais.

Gomar Gultom, chefe do Conselho de Igrejas da Indonésia, descreveu o ataque como um "incidente cruel", já que os cristãos celebram hoje (28) o Domingo de Ramos.

O prefeito de Makassar, Danny Pomanto, disse que a explosão poderia ter causado muito mais vítimas caso tivesse ocorrido no portão principal da igreja, em vez de em uma entrada lateral.

Makassar, a maior cidade de Sulawesi do Sul, reflete a composição religiosa da Indonésia, um país de maioria muçulmana com uma minoria cristã substancial, além de ter seguidores de outras religiões.


Via SputnikNews

Deixe seu Comentário