A primeira-ministra Jacinda Ardern diz que o primeiro lote da vacina Pfizer-BioNTech Covid-19 chegará à Nova Zelândia na próxima semana.

Ardern e os ministros deram um briefing sobre o programa de vacinação contra o coronavírus do país.

"Devemos estar em uma posição, desde que tudo corra bem, para começar a vacinar os trabalhadores da fronteira a partir do próximo sábado", disse Ardern.

Nas próximas duas a três semanas, 12.000 trabalhadores devem ser vacinados, seguidos por profissionais de saúde e trabalhadores essenciais, junto com a maioria dos grupos de risco.

"Outros lotes chegarão no decorrer do ano para todos", disse Ardern.

As entregas são esperadas quase que semanalmente, com um lote na casa das dezenas de milhares entregue dentro da primeira remessa.

O ministro da Resposta da Covid-19, Chris Hipkins, disse que o primeiro lote seria suficiente para cobrir todos os trabalhadores da fronteira.

"Nosso contrato de compra antecipada nos fez receber pouco menos de um quarto de milhão [de cursos] no primeiro trimestre. Isso virá em ondas."

A maior parte dos freezers necessários para armazenar a vacina estão em Auckland, alguns com base em Christchurch. Há espaço suficiente nos freezers para armazenar todos os lotes solicitados, disse Hipkins.

A Pfizer pediu ao governo que não compartilhe informações sobre os detalhes exatos da entrega, incluindo quando e como ela está chegando, disse ele.

"Obviamente, uma das coisas importantes para nós é que, depois de depositados em nossos freezers e assumimos a propriedade deles, temos que fazer verificações para garantir que foram mantidos na temperatura certa durante toda a viagem e eles são seguros para usar. "

Esse processo levará alguns dias, disse ele.

"Este é um marco muito importante, mas é apenas o primeiro dos muitos que teremos ao longo deste ano", disse Ardern.


Via RNZ

Deixe seu Comentário