Um supermercado em Christchurch foi fechado após ser visitado por uma pessoa que mais tarde deu positivo para o Covid-19 na Coréia do Sul.

O supermercado Countdown na Spitfire Square, perto do aeroporto de Christchurch, fechou ontem para passar por uma limpeza mais profunda do que o habitual.

Uma porta-voz da Countdown disse que o pedido foi feito depois que a empresa foi contatada pelo Conselho de Saúde de Canterbury "em relação à pessoa que testou positivo na Coréia do Sul".

"Nossa loja é completamente limpa todos os dias, mas, como é o nosso processo, a fechamos como precaução para realizar uma limpeza ainda mais profunda."

O Ministério da Saúde não pediu o fechamento da loja, pois o risco era baixo, disse uma porta-voz do ministério, "mas apreciam o esforço que a Countdown fez". Faz 88 dias que o último caso de Covid-19 foi adquirido localmente de uma fonte desconhecida.

A pessoa chegou em Auckland de Christchurch às 17h30 da segunda-feira, 20 de julho. Ele embarcou em um voo internacional às 11h do dia seguinte, rumo à Coréia do Sul via Cingapura.

As autoridades de saúde identificaram cerca de 170 contatos da pessoa até agora, incluindo passageiros no voo doméstico e cinco pessoas com quem ele morava em Auckland - que estavam isoladas e que fariam exames de coronavírus na terça-feira .

A pessoa chegou à Nova Zelândia em março, depois de passar um tempo nos Estados Unidos.


Fonte: NZ Herald

Deixe seu Comentário