Segundo um relatório do governo da Coreia do Norte, o país admitiu, pela primeira vez, um caso do novo coronavírus. O paciente seria um cidadão que havia fugido para a Coreia do Sul há 3 anos, mas que retornou ilegalmente ao país norte-coreano, em 19 de julho.

Atualmente, o governo comunista é o que possui o maior nível de quarentena no mundo e vinha afirmando que estava livre da doença. Entretanto, não se sabe ao certo às restrições de locomoção impostas aos cidadãos ou se o país escondeu possíveis casos do vírus.

O caso foi registrado na cidade de Kaesong, que fica a 160 quilômetros da capital comunista, Pyongyang. Ao tomar conhecimento do caso, o presidente do país, Kim Jong-un, determinou o isolamento imediato da cidade e exigiu que todas as pessoas fossem examinadas e colocadas em quarentena.


Fonte: Veja

Deixe seu Comentário