O Ministro da Imigração, Iain Lees-Galloway, anunciou nesta terça-feira (7) alterações temporárias no visto de trabalho de quem já está na Nova Zelândia com vencimento antes do final de 2020. 

  • Extensão de 6 meses do visto de trabalho assistido por empregador de quem já está na Nova Zelândia e possui um visto que irá expirar até o final de 2020 ( Essential Skills e Work to Residence)
  • Prorrogação do período obrigatório fora da Nova Zelândia de 12 meses para trabalhadores de baixa remuneração (low-skilled) que precisariam deixar o país entre agosto e dezembro de 2020. Os portadores deste visto poderão trabalhar para o mesmo empregador, na mesma ocupação e local por até seis meses a mais. 
  •  Redução do tempo de visto de trabalhadores de baixa remuneração de 12 meses para 6 meses. Isso se aplicará para vistos submetidos para análise a partir de 10 de julho. (pedidos recebidos antes ainda receberão 12 meses de visto, se aprovados)

 “O governo está fazendo mudanças imediatas de curto prazo nas configurações de vistos para apoiar os trabalhadores temporários que já estão na Nova Zelândia e seus empregadores, além de garantir que os neozelandeses que precisem de trabalho sejam priorizados”, disse Lees-Galloway.

Deixe seu Comentário