Uma mulher que tentou escapar de uma instalação de isolamento gerenciado em Auckland na noite passada foi encontrada pela polícia, e as multas estão sendo consideradas.

O chefe do comodoro de quarentena e isolamento aéreo Darryn Webb confirmou hoje que a mulher de 43 anos fugiu do Pullman Hotel a pé pouco antes das 18h20 da noite passada.

Ela foi encontrada às 20h a alguns quarteirões de distância na Avenida Anzac. A mulher realizou o teste de Covid-19 (que deu negativo) no dia 30 de junho.

  • Ela estava localizada ao ar livre. Os movimentos exatos da mulher ainda estão sendo determinados.
  • Ele disse que a polícia determinaria como ela seria gerenciada.
  • Multas e encargos estão sendo considerados.
  • Ela está recebendo os cuidados adequados enquanto está sob custódia e será avaliada por um clínico.

Cinco policiais entraram em contato com a mulher. Como precaução, eles se auto isolarão e serão testados para o Covid-19.

O comodoro Webb disse: "Mais conselhos serão fornecidos aos oficiais sobre o auto-isolamento e testes, uma vez que tenhamos esclarecido com certeza os movimentos e o contato durante o incidente".

A mulher viajou de Brisbane em 27 de junho e estava viajando sozinha.

O comodoro Webb disse que reconheceu que o isolamento gerenciado pode ser estressante para as pessoas.

"No entanto, deixar voluntariamente nossas instalações não pode e não será tolerado, e as medidas apropriadas serão tomadas."

Fonte: Suff

Deixe seu Comentário