Sem rodas dianteiras, avião da Embraer faz pouso de emergência em Mianmar

Um piloto da companhia Myanmar Airlines fez um pouso de emergência espetacular na manhã deste domingo (noite de sábado em Brasília) com um jato E-190 da Embraer, após uma pane no trem de pouso. Os 89 passageiros e tripulantes a bordo passam bem.

A proeza do piloto foi elogiada por especialistas da Aviação Civil birmanesa. O voo UB-103 da Myanmar Airlines pousou no Aeroporto Internacional de Mandalay apenas com o auxílio dos pneus traseiros.

O vice-diretor do Departamento de Aviação Civil da Birmânia, Ye Htut Aung, disse que o piloto da aeronave tentou várias vezes baixar o trem de pouso, inicialmente por meio do computador de bordo e depois manualmente.

“Eles sobrevoaram o aeroporto duas vezes perguntando à torre de controle se as rodas estavam abaixadas, dizendo que havia um problema técnico”, relatou Aung. Depois,”eles tiveram que pousar com as rodas traseiras”, contou, “mas o piloto foi capaz de fazer isso com talento porque não houve vítimas”.

O passageiro Soe Moe disse à agência AFP que viu fumaça saindo do aparelho no momento da aterrissagem, mas que “todos os passageiros estavam bem”. Uma investigação foi aberta para determinar as causas da pane.

Este foi o segundo incidente envolvendo voos comerciais em Mianmar em cinco dias. Na última quarta-feira, um avião da Biman Bangladesh Airlines realizou uma aterrissagem de emergência no aeroporto de Yangun. O aparelho saiu da pista, ferindo 11 passageiros.

Em 2017, um avião militar caiu no mar de Andaman com 122 pessoas a bordo, um dos maiores desastres aéreos do país.

Embraer

A Embraer diz ter sido informada da ocorrência envolvendo a aeronave modelo E190, que fazia o voo UB 103 da Myanmar National Airlines. “Todos os passageiros e tripulantes deixaram a aeronave em segurança. A Embraer está oferecendo sua total cooperação às autoridades de aviação para auxiliar na investigação”, afirma a nota.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial