Porteiro registra BO contra Najila por ameaça; polícia vai ao prédio

Um dos porteiros do prédio onde vive Najila Trindade, mulher que acusa Neymar de estupro, registrou boletim de ocorrência contra a moradora por ameaça. Ele ficou cerca de uma hora na 11ª Delegacia de Polícia Civil, que fica no mesmo terreno da delegacia que investiga o caso Neymar. Enquanto ele era ouvido, uma equipe de agentes foi enviada ao prédio.

O local em que Najila mora é palco de grande polêmica desde a quinta-feira, quando a modelo reclamou que houve um arrombamento. O proprietário do imóvel e a administração do condomínio negaram o crime. Uma equipe de peritos foi enviada para o apartamento e o laudo ainda não é conhecido.

Na investigação, os funcionários do condomínio foram convocados para depor. O porteiro deixou a delegacia sem conversar com a imprensa. A equipe de agentes que esteve no apartamento retornou sem se manifestar.

O tal arrombamento é importante porque envolve uma prova fundamental para a tese de Najila, o vídeo gravado no quarto de hotel que ela ficou em Paris. Um celular foi usado para fazer as imagens da segunda visita de Neymar. Somente 66 segundos foram exibidos e mostram a modelo agredindo o atacante.

A íntegra estaria em um tablet que teria sumido depois do arrombamento. A administração do condomínio nega este crime e registrou boletim de ocorrência para comunicar a Polícia Civil deste fato.

A gravação é essencial para Najila porque o segundo advogado que a representa, Danilo Garcia de Andrade, afirmou que deixará o caso se as imagens forem entregues. Desde o registro do boletim de ocorrência, transcorreram-se dez dias e até agora a modelo não apresentou as imagens.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial