Ônibus em Auckland é sequestrado por 2 passageiros.

Ônibus em Auckland é sequestrado por 2 passageiros.

16 de maio de 2019 Off Por edumeireles

Um motorista de ônibus diz que seu veículo foi “seqüestrado” por dois passageiros que lhe disseram para continuar dirigindo ou mesmo corria o risco de levar um tiro por um assaltante que estava em outro veículo.

Yoshi Dharmapala estava dirigindo o ônibus da linha 105 no centro de Auckland depois das 10 da noite de 5 de abril, quando ocorreu o suposto incidente.

Ele disse que os dois homens, que embarcaram no ônibus em Pitt St, exigiram que ele continuasse dirigindo porque estavam sendo perseguidos por um carro atrás deles.

A polícia confirmou que acusações foram feitas sobre o incidente. Os dois homens estavam fortemente intoxicados e um parecia estar sob a influência de drogas, disse a polícia. Os mesmo não portavam arma de fogo, disse a polícia.

A Auckland Transport se recusou a liberar a imagens do circuito interno do ônibus, citando preocupações com a privacidade.

A gerente geral da NZ Bus, Claire Neville, disse que o motorista do ônibus fez uso de um botão de emergência no mesmo para fazer contato direto com o centro de controle.

Neville disse que a empresa estava preocupada com a experiência do motorista e estava fornecendo a ele o apoio de que precisava.

“A equipe da NZ Bus seguiu os procedimentos de emergência e contatou a polícia. O motorista foi direcionado a dirigir o ônibus para o nosso depósito na cidade onde o ônibus foi recebido pela polícia que assumiu o controle da situação”, disse Neville.

O motorista disse que no momento do incidente, ele temia por sua vida. Ele disse que inicialmente pensou que os homens estavam tentando roubá-lo.

Ele acreditava que ele ia ser baleado se tivesse parado o ônibus.

Ele apertou o alarme de pânico no ônibus e informou o depósito da situação através do rádio.

Ele pediu a polícia e deu atualizações ao vivo de sua localização, mas foi instruído a retornar ao depósito no Viaduto.

“Uma vez um carro atrás de mim tentou ultrapassar o meu ônibus, mas eu não sabia se era o veículo que os dois homens estavam falando.”

O motorista do ônibus disse que dirigiu pela cidade de Auckland por cerca de 20 minutos, passou por cinco sinais vermelhos em Surrey Crescent, Karangahape Rd, Symond St, Anzac Ave e Halsey St, e dirigiu pelo lado errado da estrada várias vezes para evitar parar o ônibus.

Ele disse que tinha suas luzes de alerta acesas e buzinou várias vezes para os veículos para evitar acidentes.

“Suas ameaças pareciam verdade. Um dos homens estava se escondendo atrás de mim para evitar ser visto e o outro continuou gritando para mim e olhando para trás para ver se um carro ainda estava nos seguindo.

“Eles me disseram para dirigir no lado oposto da estrada em Customs St, mas havia muitos carros. Foi quando um deles disse que se eu visse um carro tentando me ultrapassar, eu teria que bater nos carros na minha frente.”

O presidente da Union Tramways, Gary Froggatt, levantou preocupações sobre protocolos ao relatar situações de emergência para motoristas de ônibus.

Esperava-se que os motoristas se reportassem ao seu centro de controle, que então chamava a polícia, disse ele.

“E então a polícia contata o centro de controle de volta … há um grande atraso e nós preferimos que os motoristas de ônibus liguem para o 111.”

Neville disse que a NZ Bus estava investigando o incidente.

A NZ Bus levou em consideração os resultados das investigações ao revisar riscos de segurança, disse.

“Enquanto a investigação estão em andamento, podemos confirmar que nossa equipe seguiu os procedimentos em resposta a este incidente e isso inclui fornecer suporte ao nosso motorista após o incidente.”

Desde o incidente, o motorista não voltou ao trabalho, alegando lesão mental com o ACC.

O mesmo relatou que estava tendo dificuldades para dormir e foi avaliado por um psiquiatra devido ao estresse, disse.

“Estou com medo de dirigir um ônibus, não consegui entender o que aconteceu … foi a primeira vez que estive em uma situação como essa.

“Você só vê nos filmes, você nunca acha que isso aconteceria com você.”

Um porta-voz da polícia, ambos homens, estavam fortemente intoxicados.

“Um estava agindo de maneira paranoica e errática, parecendo estar sob a influência de drogas”, disse a polícia.

“Ele supostamente estava fazendo vários comentários para membros do público. A polícia o prendeu no local e o ajudou a obter uma avaliação médica.

“A segunda pessoa foi levada para a polícia a mesma estava embriagada.”

Um homem de 27 anos foi acusado de vários crimes, incluindo posse de cannabis e resistência à polícia.

Ele devera comparecer no Tribunal do Distrito de Auckland em 3 de julho.