Photo / Supplied NZ Herald

Uma perto daArthur’s pass foi varrida pela água da enchente.
NZTA confirmou Goat Creek Bridge na State Highway 73.

O motorista Jess Dempsey disse que o tempo lá tem sido “absolutamente terrível”.
Dempsey e o marido moram em Otira e descobriram que a ponte que ficava a leste da cidade havia sido lavada ontem(08) a tarde.

Outra ponte próxima – Kellys Creek – também foi inundada, com água cobrindo parte da estrada.
A Goat Creek Bridge foi substituída há apenas alguns anos em 2010, depois que a antiga ponte de madeira foi considerada perigosa.
Um sistema de clima úmido  atingiu a Costa Oeste, forçando o fechamento de escolas, estradas e alem de outros serviços.
As áreas da costa foram encharcadas, o Glaciar do Marfim recebeu 391 mm de chuva – mais do que Clyde, Cromwell e Alexandra viram em todo o ano de 2017.  Uma caminhonete que  estacionada próximo ao rio Hokitika quase foi levado pelas aguas.

O prefeito do distrito de Westland, Bruce Smith, disse que o segundo alarme com respeito a situação do rio havia sido ativado, e ainda havia outras centenas de milímetros de previsão de chuva.

Ele disse que o primeiro alarme é quando atinge um nível que é considerado uma inundação, o terceiro é extremo e, se isso acontecer, eles terão alguns problemas “com certeza”.
A Defesa Civil foi ativada em Westland enquanto a chuva pesada castigava a costa oeste.

 

Fortes ventos também estavam começando a aumentar na região de Canterbury, em Wellington e no sul de Wairarapa. As rajadas podem atingir 150 km / h em partes expostas de Canterbury e 130 km / h em outras áreas.
Os ventos mais fortes registrados até agora foram 80 km / h em uma estação perto de Lumsden em Southland e 65 km / h em Le Bons Bay, na Península de Banks.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here